XP Investimentos é processada em R$ 10 milhões por ‘falta de diversidade’ de funcionários

- REVISTA OESTE - 19 AGO, 2021 - Cristyan Costa -

Movimentos compararam foto a livro de Aldous Huxley | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Coletivos de esquerda moveram ação na Justiça contra a corretora e escritório credenciado da empresa


A corretora XP Investimentos e seu escritório credenciado Ável podem ter de pagar R$ 10 milhões por danos social e moral. O motivo: suposta falta de diversidade no quadro de funcionários. É o que alegam coletivos feministas, negros e LGBT+, em uma ação civil pública, protocolada contra a empresa na quarta-feira 18. A insatisfação dos grupos de esquerda começou depois que a Ável publicou uma foto, no LinkedIn, mostrando cerca de 100 trabalhadores da companhia. Segundo os autores da ação, a imagem tem apenas “homens brancos e jovens”, o que denotaria falta de inclusão.


No processo, as entidades afirmam que a postagem divulgada pelo escritório Ável remete ao livro Admirável Mundo Novo, escrito por Aldous Huxley, em que se anteviu a formação de uma sociedade baseada em “clones, todos física e psiquicamente idênticos, preparados para seguir um pensamento monolítico e para reproduzir mecanicamente atribuições definidas por superiores desconhecidos”. Agora, a Justiça de Porto Alegre (RS), onde fica o Ável, deverá marcar uma audiência de conciliação entre as partes, conforme noticiou o Uol.


LEIA MAIS:

https://revistaoeste.com/brasil/xp-investimentos-e-processada-em-r-10-milhoes-por-falta-de-diversidade-de-funcionarios/


Para acessar o Conteúdo acima, acesse a Home Page aqui. https://www.heitordepaola.online/




7 views0 comments