Xi Jinping — China mantém uma situação favorável e pode dominar o mundo

- THE EPOCH TIMES - 11 MAIO, 2021 - Nicole Hao - Tradução César Tonheiro -

Xi Jinping fala do caos: a pandemia proporciona uma situação favorável ao PCC


O líder chinês Xi Jinping afirmou que o personagem principal do mundo atual é um "caos" que nunca foi visto nos últimos cem anos, e o momento e as circunstâncias atuais no mundo favorecem a China e podem ajudar o Partido Comunista Chinês (PCC) a alcançar seu objetivo — dominar o mundo.


Xi explicou que o caos foi criado pela pandemia COVID-19. Xi não disse claramente como a China está em situação favorável, mas transmitiu a mensagem de que a China controlou o surto com sucesso, enquanto a maioria dos países do mundo foram atingidos e estão sofrendo gravemente com a pandemia. Ele argumentou que é por isso que a China mantém uma situação favorável.


“Em resposta à pandemia global do novo coronavírus, isso mostra imediatamente qual liderança e sistema político do país são bons”, disse Xi.


Esta é a primeira vez que Xi tornou pública sua "autoconfiança", o que ecoou palavras recentes de outras autoridades chinesas. As autoridades chinesas estão orgulhosas que a pandemia começou na China, mas deixou a China.


Chen Yixin, secretário-geral do Comitê Central Político e Legal da China, disse aos funcionários do comitê em Pequim em 10 de janeiro: “No mundo de hoje, a boa ordem da China contrasta fortemente com a turbulência do Ocidente. O socialismo com características chinesas tem uma vitalidade sem precedentes ”.


“O Oriente está crescendo e o Ocidente está diminuindo”, disse He Bin, chefe do PCC no condado de Qilian, no noroeste da China, na província de Qinghai, citando Xi quando falou com autoridades do condado em 25 de fevereiro.


Até agora, as autoridades chinesas ainda não falaram publicamente sobre como muitos chineses morreram por falta de tratamento e medicamento para tratar suas doenças subjacentes, devido às medidas extremas de bloqueio, onde muitos chineses tornaram-se mentalmente desordenados, com muitas famílias chinesas sofrendo falência ou relacionamentos rompidos e inúmeros cidadãos chineses ficaram retidos em países estrangeiros porque o regime cancelou quase todos os voos em março de 2020.


Discurso de Xi


O discurso ambicioso de Xi foi entregue a todos os funcionários provinciais ou de nível superior em um seminário em Pequim em 11 de janeiro, e foi publicado na revista estatal Qiushi em 30 de abril.


O núcleo desse discurso de mais de 11.000 palavras é que Xi ensinou o regime a aproveitar a chance do mundo caótico e realizar o alvo estratégico do PCCh — os “Dois Centenários”. Xi disse acreditar que o PCCh possui “o momento e a situação [do mundo]. É por isso que somos inabaláveis e encorajados, e [é] a base de nossa determinação e confiança.”


As metas dos “Dois Centenários” de Xi são, 1) até o centenário da fundação do PCCh em 2021, ele esperava transformar o país em uma “sociedade xiaokang”, o que significa uma duplicação das cifras de renda per capita de 2010, e 2) até o centenário da tomada da China pelo PCC em 2049, para transformar o país em um "país socialista moderno". Em palavras simples, os Dois Centenários da era de Xi significa “ultrapassar os Estados Unidos e o Reino Unido, tornando-se o líder mundial ”, explicou Jin Canrong, conselheiro de Xi, em julho de 2016.


No discurso, Xi explicou de onde vem sua “autoconfiança chinesa”.


“A China se tornou a segunda maior economia do mundo, o maior país industrial, o maior estado de comércio exterior e possui a maior reserva cambial”, disse Xi, listando as conquistas do regime sob seu controle.


Ele então falou sobre as circunstâncias do mundo.


Desde 2019, o vírus PCC, comumente conhecido como o novo coronavírus que causa o COVID-19, interveio na ordem global e prejudicou a economia global. Esta pandemia criou “grandes oportunidades e desafios sem precedentes” para a China, disse Xi. “Em geral, as oportunidades são maiores do que os desafios.”


Para aproveitar as oportunidades, Xi pediu a todos os membros do PCCh para “usar todos os fatores positivos que podemos motivar, unificar todas as forças que pudermos alcançar, tentar o nosso melhor para fazer bem o trabalho e com perseverança para atingir nossos objetivos definidos”.


Depois de muito conteúdo teórico e ideologias marxistas, Xi reiterou e explicou seu desenvolvimento econômico de “dupla circulação”.


Dupla Circulação

O regime chinês revelou oficialmente sua estratégia de dupla circulação em maio de 2020, na qual formaria um novo padrão de desenvolvimento com "circulação interna" — o ciclo doméstico de produção, distribuição e consumo — como o corpo principal, e "circulação externa" — o ciclo internacional de produção, distribuição e consumo — como suporte. Nesse discurso de janeiro, Xi deu mais detalhes sobre a dupla circulação.

“Nos últimos anos, a economia global foi antiglobalizada e o padrão do ciclo econômico internacional sofreu ajustes profundos. A pandemia COVID-19 intensificou a tendência de antiglobalização, e cada país está se cuidando mais”, disse Xi.

Xi disse que visitou Zhejiang, província no leste da China que depende de exportação, no final de março ao início de abril de 2020 e viu as fábricas locais não conseguirem importar matérias-primas do exterior nem exportar produtos devido à pandemia, o que obrigou um grande número de fábricas a interromper a produção ou até mesmo ao fechamento.

Como disse Xi, a China é o maior país de comércio exterior do mundo e a economia chinesa depende das exportações. A pandemia prejudicou as economias de outros países, que então cortaram as importações. Consequentemente, a China perdeu seu pilar econômico — o comércio exterior. A “circulação interna” de Xi Jinping é um método para a sobrevivência da economia chinesa. No entanto, a maioria dos chineses é pobre e o poder de compra interno da China é fraco. Xi tem que enfatizar a “circulação externa”, que é o pilar de sustentação da economia chinesa. No discurso, disse Xi: “Devemos realizar uma abertura de nível profundo para o mercado externo… melhorar a eficácia e o nível de tecnologia da circulação interna adotando os padrões de circulação externa… aumentar a competitividade de nossos produtos e serviços exportados… aumentar nossa influência na cadeia industrial global, cadeia de suprimentos e cadeia de inovação.”

Na verdade, Xi conhece as fraquezas da economia chinesa, bem como do sistema político. Ele disse no discurso: “O custo da mão de obra na China não para de aumentar. Os recursos da China e a capacidade de suporte do meio ambiente chegaram a um gargalo”, o que significa que eles atingiram seu limite e não podem suportar mais.


Para acessar o Conteúdo abaixo, acesse a Home Page aqui.

PUBLICAÇÃO ORIGINAL: https://www.theepochtimes.com/xi-jinping-talks-chaos-pandemic-provides-favorable-situation-to-ccp_3810530.html


9 views0 comments