Trump planeja cortar contribuições dos EUA à OMS

07/04/2020


- THE EPOCH TIMES -

Tradução César Tonheiro -



EUA ameaçam suspender financiamento da Organização Mundial da Saúde


7 de abril de 2020 por Ivan Pentchoukov


Os Estados Unidos planejam suspender o financiamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), anunciou o presidente Donald Trump na terça-feira.


O presidente disse que a OMS é “muito centrada na China” e criticou a organização por se opor à sua decisão antecipada de proibir as viagens da China, com o objetivo de impedir a propagação do vírus do PCCh (Partido Comunista Chinês) para os Estados Unidos.


“Vamos suspender o dinheiro gasto com a OMS. Nós vamos colocar um poder muito forte nisso. E veremos”, disse Trump.


O presidente também afirmou que a OMS pode ter tomado conhecimento da ameaça do vírus PCC, mas não informou o mundo a tempo.


“Eles (OMS) fizeram uma recomendação muito errada. Perderam a chamada. Poderiam ter avisado meses antes. Estavam cientes. Deveriam saber. E eles provavelmente sabiam. Portanto, analisaremos isso com muito cuidado”, disse o presidente.


Trump acrescentou mais tarde que a OMS "errou nas recomendações em  todos os aspectos" sobre a pandemia de vírus do PCC.


"Eles disseram que não era grande coisa, não havia problema, não havia nada", disse o presidente.


Trump sugeriu cortar fundos para a OMS em um post no Twitter no início do dia, apontando que a organização está alinhada com a China, apesar dos Estados Unidos contribuírem com a maior parte do financiamento da OMS. As contribuições dos EUA para a organização das Nações Unidas no ano passado ultrapassaram US $ 400 milhões, de acordo com o Departamento de Estado.


“Eles parecem errar sempre do lado da China. E nós financiamos isso”, disse Trump.


A OMS está estreitamente alinhada com o regime comunista chinês e elogiou repetidamente os líderes da China, apesar de especialistas e evidências desenterradas mostrarem como as autoridades manipularam a verdadeira situação no país onde o vírus PCC surgiu no ano passado.


Os legisladores americanos pediram ao Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, que se demitisse em meio a acusações de ajudar o Partido Comunista Chinês a encobrir o surto e investigar se a OMS é cúmplice na manipulação.


“Sabemos que a China comunista está mentindo sobre quantos casos e mortes eles têm, o que sabiam e quando estavam cientes disso — e a OMS nunca se preocupou em investigar mais. Sua inação custou a vida ”, afirmou o senador Rick Scott (R-Fla.) Em comunicado.


"Poderíamos cortar fundos ou vincular futuros fundos a certas mudanças", acrescentou Scott ao Daily Signal. "A Organização Mundial da Saúde é supostamente a saúde mundial, mas favorece a China".


Uma porta-voz da OMS disse ao Epoch Times em um e-mail que a organização "espera que todos os seus Estados Membros relatem dados de maneira oportuna e precisa, de acordo com os protocolos internacionais que foram acordados pelos Estados Membros da OMS".


A OMS não respondeu imediatamente a um pedido de resposta a Trump.


Os repórteres pressionam regularmente as autoridades da OMS sobre o papel da China no vírus do PCCh, que se espalha pelo mundo, mas invariavelmente as autoridades são evasivas nas respostas. Muitas vezes, acabam dizendo coisas semelhantes às declarações das principais autoridades chinesas. A OMS também enfrentou perguntas sobre suas relações com Taiwan.


Zachary Stieber contribuiu para este relatório.


https://www.theepochtimes.com/us-to-place-hold-on-funding-to-world-health-organization_3302776.html

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube