Tio Sam flagra Tang tungando na mão grande

NTD - Tradução César Tonheiro

23/07/2020




consulado chinês em San Francisco está abrigando uma pesquisadora chinesa que foi entrevistada pelo Federal Bureau of Investigation (FBI) e que ocultou seus laços com as forças armadas chinesas para obter um visto, segundo um documento judicial apresentado em 20 de julho.

Tang Juan, pesquisadora da Universidade da Califórnia em Davis (UC Davis), foi acusada em 26 de junho de fraude de visto por fazer declarações falsas em seu pedido de visto para um visto de não-imigrante J-1, que é emitido para indivíduos que participam de programas de visitantes de intercâmbio baseados em trabalho e estudo.

Ela declarou em seu pedido de visto que nunca serviu nas forças armadas chinesas, oficialmente conhecidas como Exército de Libertação Popular (PLA). No entanto, uma pesquisa de código aberto do FBI em artigos científicos publicados mostrou que ela havia sido empregada como pesquisadora na Universidade Médica Militar da Força Aérea.

A universidade era anteriormente conhecida como Quarta Universidade Médica Militar (FMMU) e está subordinada à filial da Força Aérea do PLA, de acordo com o site da escola. A universidade está localizada em Xi'an, capital da província de Shaanxi, no noroeste da China.


Artigo completo clique no link:

https://www.ntd.com/san-francisco-chinese-consulate-harboring-wanted-military-researcher-fbi-says_488398.html

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube