Sinto-me importante. Zuckerberg pediu "penico"! KKKKK

20/03/2020


- FREDERICO DE PAOLA -


Não. Não é nada disso, nem eu me sinto importante, tampouco o Zuckerberg (que Deus o abençoe) me pediu desculpas.


No dia 17/03 tive uma publicação retirada de circulação do Facebook como explico no artigo "Como é engraçado sentir o peso da censura" (https://www.heitordepaola.online/post/como-%C3%A9-engra%C3%A7ado-sentir-o-peso-da-censura).


Eis que hoje me aparece a figura acima. Um pedido de desculpas.


Mas como se desculpa algoritmos? Talvez os algoritmos da minha página desculpem os "algoritmos mestres" do Facebook, não sei como isso funciona.


É óbvio que nenhum olho humano pousou na minha publicação. Apenas "viram" ou "detectaram" que o artigo que compartilhei (https://www.americanthinker.com/articles/2020/03/joe_biden_and_the_democrat_partys_incestuous_relationship_with_china.html) falava mal do candidato periclitante do Partido da Foice e Martelo chinês, ôpa! quer dizer, americano. E logo os "bichinhos" conversaram entre si:


"Estão falando mal do Sleepy Joe, temos que banir isso, certo?"


"Deixa eu ver aqui no manual, hum... Sim, isso não é permitido, já para lixeira. Espera um pouco, lixeira ainda não, coloquemos em quarentena (palavra da moda)."


E para lá foi minha publicação, com milhões de outras.


E ainda dizem que a inteligência artificial é a tendência do futuro, que os seres humanos em breve serão suplantados pelos "bichinhos".


Deixo claro que agradeço a todos aqueles que estudam, implementam e melhoram a IA, mas para assuntos onde a emoção não entra: escolher um tênis num site, avaliar as "tendências" da Bolsa, e até mesmo para coisas importantíssimas que o ser humano é incapaz de fazer, como atualizar em tempo real o número de mortes no mundo pelo vírus chinês.


Mas Emoção Artificial nunca existiu e NUNCA existirá.


Portanto, nem o Zucker tem que me pedir desculpas, nem eu tenho que aceitá-las. O que ele tem que fazer é treinar os humanos para ajustar os seus "bicinhos," para que se evitem constrangimentos e desculpas desnecessárias.


Não perdi um centavo com o ocorrido, mas tem muita gente que perde milhões de dólares com isso.


Se isso tivesse ocorrido uns 5, 10 anos atrás, meu post teria sido cancelado e minha conta fechada, não tenho dúvidas disso.


Mas o Facebook tem tomado porrada em cima de porrada no Congresso americano por tomar partido de apenas um lado do espectro político. O que fez com que sua credibilidade caísse e sua marca saísse da lista das 10 mais valiosas no mundo.


Infelizmente, este pedido de desculpas veio somente porque o "money talks," ou seja, não são desculpas porcaria nenhuma.


Tendo dito isso tudo, confesso que quando li a retratação, uma pontinha de orgulho apareceu. Mas, como aqueles que se fazem soberbos não entrarão no Reino dos Céus (Ah! se todos tivessem esse objetivo na vida...) lido com o ocorrido como os "bichinhos algoritmos".


Sem emoção.


Porém agradecido, não à gigante de tecnologia, mas à verdade.


Pois, se "money talks, TRUTH SCREAMS!"


© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online