Secretária do Tesouro dos EUA pede imposto corporativo mínimo em escala global para multinacionais

Presidente Biden pretende aumentar a alíquota do tributo de 21% para 28% para financiar seu bilionário plano de infraestrutura de bilhões de dólares

- EL PAÍS - 5 Abr, 2021 -

- MARÍA ANTONIA SÁNCHEZ-VALLEJO -


A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, em fevereiro.JACQUELYN MARTIN / AP

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, anunciou nesta segunda-feira sua intenção de trabalhar com os países do G20 para implementar um imposto corporativo mínimo em escala mundial para as multinacionais, uma das propostas em que a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) vem trabalhando há algum tempo. O objetivo é que o tributo favoreça “sistemas fiscais estáveis e justos” e detenha a corrida para baixo que esse imposto vem sofrendo. Yellen expôs sua posição em sua primeira apresentação no Council on Global Affairs, em Chicago, como titular da economia dos EUA.

Em um discurso online, Yellen condenou essa corrida para baixo “nos últimos 30 anos”. Por esta razão, enfatizou, é importante garantir que “os Governos tenham sistemas tributários estáveis que coletem receitas suficientes e que todos os cidadãos compartilhem de forma justa os encargos financeiros do Governo”. No encontro de Chicago, Yellen também criticou o isolacionismo do ex-presidente Donald Trump, observando que o America first―EUA primeiro, o lema do republicano―nunca deveria significar “EUA sozinhos”.


O objetivo dessa alíquota global é evitar que as grandes corporações se instalem em jurisdições com menor tributação e subtraiam receita dos cofres públicos, ainda mais diante da enorme fatura que virá com a crise provocada pela pandemia, que os EUA pretendem mitigar com um ambicioso plano de estímulo avaliado em 1,9 trilhão de dólares (10,7 trilhões de reais), já aprovado pelo Congresso. Essa taxa mínima global, enfatizou Yellen, pode ser usada para que a economia “se desenvolva com mais igualdade de oportunidades” e “estimule a inovação, o crescimento e a prosperidade”.




LEIA MAIS:

https://brasil.elpais.com/economia/2021-04-05/secretaria-do-tesouro-dos-eua-pede-um-imposto-corporativo-minimo-em-escala-global-para-as-multinacionais.html


7 views0 comments

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online