Regime comunista chinês rompe contrato arbitrariamente e passa a tratorar casas dos colonos

- THE EPOCH TIMES - 24 Nov, 2020 -

ALEX WU - Tradução César Tonheiro -


Na China comunista todas as terras são propriedade do Estado. Quando os cidadãos chineses compram uma casa, eles são donos apenas da casa, de modo que se a ordem é bater em retirada a solução é morar numa house on wheels.

Parque Agrícola de Pequim enfrentando demolição forçada

POR ALEX WU

24 de novembro de 2020


As autoridades locais em Pequim estão usando a polícia e guardas de segurança para demolir à força um parque agrícola e residências no distrito de Changping, cortando o gás e a eletricidade. O Epoch Times obteve recentemente vídeos relacionados e entrevistou alguns dos proprietários que afirmam ter direitos legais sobre o parque e questionaram o motivo do governo local por trás da demolição.


Em 17 de novembro, o Jiuhua Agricultural Science Demonstration Park na cidade de Xiaotangshan, distrito de Changping, em Pequim, foi invadido e o gás natural foi cortado por uma equipe de segurança enviada pelas autoridades locais.


Em 23 de novembro, um funcionário do governo local foi às áreas residenciais, de instalações e de serviços públicos do parque para publicar o aviso de demolição pela segunda vez. Ele afirmou que os proprietários devem demolir suas propriedades até 28 de novembro, caso contrário, as autoridades da cidade interviriam e mandariam fazer isso por eles.


O Sr. Zhang, proprietário de um imóvel, disse ao Epoch Times que no dia em que o anúncio foi publicado pela primeira vez em 17 de novembro, cerca de 500 pessoas chegaram ao local e foi caótico. “Colocamos um bloqueio na estrada para impedir que eles [as pessoas enviadas pelo governo local] entrassem, mas não conseguimos impedi-los. Quando uma briga começou, eles foram pelas nossas costas e removeram todos os canos de gás do parque e cortaram nosso fornecimento de gás.”


O Sr. Zhang apontou que naquele mesmo dia, havia um secretário do comitê local do PCCh, de sobrenome Wang, que apareceu no local com uma nota oficial, que meramente declarava que eles estavam desempenhando funções oficiais.


O Sr. Zhang enfatizou que o gás e as instalações eram de propriedade privada — eles foram comprados e instalados por residentes locais às suas próprias custas.


Depois que os canos de gás foram removidos à força pelos seguranças, as autoridades locais alegaram que os proprietários teriam contratado algumas pessoas para demoli-los. “Na verdade, todos eles usavam fardas e capacetes anti-motins pretos e seguravam escudos anti-motins. Como poderiam ser contratados por gente comum como nós?” Indagou.


Zhang está preocupado com o fato de todos os encanamentos de gás do parque terem sido retirados. “O gás foi cortado. Agora, muitos idosos não sabem cozinhar, então compram macarrão à noite e comem com água. Ouvi dizer que hoje a eletricidade será cortada e não haverá água quente para o banho. Se o gás, a água e a eletricidade forem cortados, não sei como esses vários milhares de pessoas viverão, e o inverno frio está chegando. ”


O governo local também demoliu casas em um complexo de vilas em Xiaotangshan usando guardas de segurança e a polícia local em 17 de novembro. O Epoch Times obteve vídeos da demolição e confrontos entre a polícia e os residentes.


Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=p5qSg75qa7s&feature=emb_logo


A demolição forçada de casas residenciais na cidade de Xiaotangshan, Pequim.

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=tYlkZCJdLjM&feature=emb_logo


A polícia e os residentes entraram em confronto durante a demolição forçada de um complexo de villas na cidade de Xiaotangshan, Pequim.


Zhang acredita que o governo quer demolir as propriedades para que eles possam tomar o terreno e vendê-lo a incorporadores por muito dinheiro. “Na verdade, há apenas um propósito, que é rasgar o contrato que eles assinaram conosco. O departamento que ordenou a demolição é o mesmo departamento que nos emitiu o certificado de direitos à terra e nos convidou a mudarmos. Como os incorporadores continuam a construir moradias comerciais, resultando no aumento dos preços das moradias aqui, o governo agora está começando a rasgar o acordo original. Eles estão nos expulsando, dizendo que violamos o regulamento de 'pequenos direitos de propriedade'.”


Na China, sob o comunismo, todas as terras são propriedade do Estado. Quando os cidadãos chineses compram uma casa, eles são donos apenas do prédio. Com o passar dos anos, isso resultou em milhões de chineses perdendo suas casas por meio de demolições e realocações forçadas de vilas e até de cidades inteiras, quando os governos locais decidiram recuperar as terras para um uso mais lucrativo.


Alguns dos proprietários disseram ao Epoch Times que possuíam os certificados legais de propriedade da terra emitidos pelo distrito de Changping, cidade de Xiaotangshan e governos do condado de Changping.


A residente local Sra. Lin disse que eles têm o “Certificado de Direito de Gestão de Terras” assinado pelo Escritório de Promoção de Investimentos do governo municipal de Xiaotangshan e emitido pelo governo do condado de Changping com o selo do emblema nacional. O período de validade vai de 1999 a 2049. De acordo com os requisitos do contrato, os proprietários investiram muito dinheiro e esforço para transformar o “terreno baldio” em pomar; e, portanto, eles devem continuar a possuir as terras, edifícios, instalações e colheitas, disse ela.


Zhang disse que, há 20 anos, eles foram convidados pelo governo local para investir e cultivar vegetais especiais no parque. “Todos os contratos têm os selos do governo distrital, governo municipal e governo municipal. Os selos oficiais de três níveis estão aqui. Havia registros de terras e está tudo escrito em nossos contratos naquela época ”, disse ele.


Zhang revelou que o governo distrital do PCCh também incitou os fazendeiros locais a pressionar os proprietários. “As autoridades disseram a eles que se vocês [fazendeiros] forem ao tribunal para tirar essas pessoas do parque, o governo os recompensará com dinheiro. Como resultado, muitos agricultores vieram nos pressionar. ”


Posteriormente, alguns fazendeiros disseram aos proprietários do parque que todo o incidente foi instigado pelo governo nos bastidores.


O Sr. Zhang disse: “Eles [o governo local] expropriaram a terra dos fazendeiros e venderam para nós para desenvolver o parque agrícola. Na verdade, o governo comprou a terra dos fazendeiros por um preço baixo, o que deixou muitos fazendeiros insatisfeitos ”.


“Estamos desarmados e não temos meios de proteger nossa casa e nosso sustento, por isso estamos pedindo ajuda”, disse Zhang.


Chang Chun e Fang Jing contribuíram para este relatório.


ARTIGO ORIGINAL:

https://www.theepochtimes.com/beijing-agricultural-park-facing-forced-demolition_3590993.html


CONFIRA O MEU LIVRO:


"RUMO AO GOVERNO MUNDIAL TOTALITÁRIO

As Grandes Fundações, Comunistas, Fabianos e Nazistas":

A História da Formação do Governo Mundial



36 views0 comments

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube