O Genocídio Ignorado de Cristãos na Nigéria

- GATESTONE INSTITUTE - Sep 06, 2020 -

por Raymond Ibrahim



O massacre em massa de cristãos na Nigéria que observadores internacionais classificaram de genocídio, está chegando a patamares nunca vistos. Foto: cidade de of Auno, Nigéria 10 de fevereiro de 2020, após o ataque no dia anterior no qual jihadistas assassinaram pelo menos 30 pessoas e sequestrarem mulheres e crianças. (Foto: Audu Marte/AFP via Getty Images)

No início deste ano... o Boko Haram divulgou um vídeo de uma criança muçulmana mascarada segurando uma pistola atrás de um refém cristão amarrado e ajoelhado, estudante de biologia de 22 anos que foi sequestrado enquanto ia para a universidade. Depois de cantar em árabe e xingar com palavras anticristãs, a criança muçulmana atirou várias vezes na nuca do cristão.


Fora alguns dos mais hediondos incidentes... a assim chamada grande mídia não informa nada sobre a magnitude dessa perseguição. Será que os jornalistas poderiam estar receosos com a possibilidade de vir à tona um padrão politicamente incorreto no qual os ataques pareceriam mais ideologicamente motivados, ao invés de somente "crimes"?


A razão pela qual desde 2015, antes simples pastores Fulani, conseguiram matar quase o dobro de cristãos a exemplo dos terroristas "profissionais" do Boko Haram... citando o bispo nigeriano Matthew Ishaya Audu, é "porque o presidente Buhari também faz parte da etnia Fulani".


"Uma vez que o governo e seus defensores afirmam que os assassinatos não têm conotações religiosas, por que então os terroristas e pastores têm como alvo as comunidades predominantemente cristãs e também os líderes cristãos?" — Associação Cristã da Nigéria, International Centre for Investigative Reporting, 21 de janeiro de 2020.


CONTINUAR LENDO:

https://pt.gatestoneinstitute.org/16471/genocidio-cristaos-nigeria

24 views

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube