Marinha dos EUA em atividade no Mar do Sul da China

- THE EPOCH TIMES - Fev 6, 2021 -

REUTERS - TRADUÇÃO CÉSAR TONHEIRO -


Destróier de mísseis guiados classe Arleigh Burke USS John S. McCain (DDG 56) transita pelo Mar da China Meridional enquanto realiza operações em andamento de rotina em 5 de fevereiro de 2021. (Especialista em comunicação de massa de 2ª classe Markus Castaneda / 7ª Frota dos EUA)

TAIPEI —Um navio de guerra dos EUA navegou perto das Ilhas Paracel controladas pela China no disputado Mar do Sul da China na sexta-feira em uma operação de liberdade de navegação, disse a Marinha dos EUA, a primeira missão desse tipo sob o novo governo do presidente Joe Biden


Os militares da China condenaram o movimento, dizendo que havia enviado unidades navais e aéreas para seguir e alertar o navio.


A movimentada hidrovia é um dos vários pontos de conflito no relacionamento EUA-China, que incluem uma guerra comercial, sanções dos EUA, Hong Kong e Taiwan.


Pequim tem reivindicações territoriais sobre a maioria das hidrovias que cobrem o Mar da China Meridional, que foram consideradas ilegais em uma decisão de 2016 por um tribunal

internacional. Filipinas, Vietnã, Malásia, Brunei e Taiwan têm reivindicações concorrentes nas hidrovias. Lar de ricos pesqueiros e recursos naturais potencialmente valiosos, o Mar da China Meridional também é uma das principais rotas marítimas do mundo.

A 7ª Frota da Marinha dos EUA disse que o contratorpedeiro USS John S. McCain "afirmou direitos e liberdades de navegação nas proximidades das Ilhas Paracel, de acordo com o direito internacional".

A operação de liberdade de navegação sustentou os direitos, liberdades e usos legais do mar reconhecidos no direito internacional, desafiando as “restrições ilegais à passagem inocente impostas pela China, Taiwan e Vietnã”, disse.


O Comando do Teatro Sul do Exército de Libertação do Povo da China disse que o navio havia entrado no que chamou de águas territoriais das Paracels sem permissão, "infringindo gravemente a soberania e segurança da China".


A China assumiu o controle total dos Paracels em 1974, após uma curta batalha com as forças sul-vietnamitas. O Vietnã, assim como Taiwan, continuam a reivindicar as ilhas.


O regime tem procurado nos últimos anos reforçar suas reivindicações no Mar do Sul da China, construindo postos militares em ilhas artificiais e recifes. Também implantou navios da guarda costeira e barcos de pesca chineses para intimidar os navios estrangeiros, bloquear o acesso às vias navegáveis e apreender baixios e recifes. Essas ações foram condenadas pelos Estados Unidos e seus aliados.


O mesmo navio dos EUA envolvido nesta missão no início desta semana transitou pelo sensível estreito de Taiwan, atraindo uma resposta furiosa de Pequim.


No mês passado, um grupo de ataque de porta-aviões dos EUA entrou no Mar da China Meridional para o que a Marinha disse ser operações de rotina.


Por Ben Blanchard e redação de Pequim

https://www.theepochtimes.com/us-warship-sails-near-chinese-controlled-south-china-sea-islands_3686519.html

7 views0 comments

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube