LEWANDOWSKI, MINISTRO DO SUPREMO OU DA SAÚDE?

- FALANDO DE BRASIL - 25 Nov, 2020 -

Humberto de Luna Freire Filho -


IMAGEM: Jornal Contábil

O Ministro Ricardo Lewandowski do Supremo Tribunal Federal (STF) votou no dia de ontem para que o governo federal apresente um plano de vacinação contra a covid-19 e estabeleceu um prazo de 30 dias. Esse indivíduo disse ainda que a União tem o dever incontornável de considerar o emprego de todas as vacinas no enfrentamento da epidemia da Covid-19. Tem mais, disse que o Estado brasileiro não pode se pautar por critérios políticos, partidários ou ideológicos para escolher ou rejeitar determinadas vacinas.


Alguém precisa informar a essa nulidade que o uso ou não de uma vacina obedece a um critério técnico e restrito à área da saúde, e nunca por decisão ou imposição de partidos políticos com interesses escusos, muitas vezes financeiros, e respaldados pela justiça com é esse caso. A nossa outrora honrada suprema corte, hoje, infelizmente tornou-se meca de inconfessáveis conchavos, individuais e de grupos.


Não sou infectologista, não sou imunologista, nem atuo na área de pesquisas, minha formação é cirúrgica, mas mesmo assim vou arriscar um palpite. Vacinas com comprovada capacidade de imunização e isentas de efeitos colaterais não se consegue do dia para a noite, tudo isso que está surgindo por aí não passa de enganação, puro interesse comercial, e nunca preocupação com a vida, afinal o planeta tem 8 bilhões de consumidores e o marketing do medo não dá trégua.


LEIA MAIS:

http://falandodebrasil.com.br/?p=8744


CONFIRA O MEU LIVRO:


"RUMO AO GOVERNO MUNDIAL TOTALITÁRIO

As Grandes Fundações, Comunistas, Fabianos e Nazistas":

A História da Formação do Governo Mundial



14 views0 comments