Grifes pirateadas Made in China

- THE EPOCH TIMES - Mimi Nguyen Ly - Tradução César Tonheiro - 4 DEZ, 2021 -

CBP em Los Angeles interceptou 13.586 produtos falsificados de designer que chegavam em uma remessa de carga em contêineres da China em 9 de novembro de 2021. (Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA)

Mais de 13.000 produtos de grifes falsificados da China apreendidos; compradores de fim de ano aconselhados a tomar cuidado


Se fossem genuínos os produtos poderiam valer mais de US $ 30 milhões


A Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos (sigla em inglês CBP) está aconselhando aos compradores de fim de ano para ficarem alertas depois que mais de 13.000 produtos de grifes falsificados foram apreendidos em uma remessa de carga da China.


Os oficiais da CBP e outros funcionários designados ao porto marítimo de Los Angeles / Long Beach interceptaram um total de 13.586 produtos falsificados, incluindo bolsas de grifes falsificadas e itens de roupas com logotipos semelhantes aos da Gucci, Chanel, Fendi, YSL e Louis Vuitton. A remessa foi apreendida em 9 de novembro.


As mercadorias apreendidas, se genuínas, teriam um Preço de Varejo Sugerido pelos Fabricantes [Manufacturer's Suggested Retail Price (MSRP)] de US $ 30.437.775, de acordo com a agência.


Produtos falsificados agora estão sendo postados em “listagens aparentemente legítimas em sites bem conhecidos”, de acordo com o CBP.


“Trapaceiros exploram as operações de comércio eletrônico vendendo produtos falsificados e não seguros por meio de plataformas online, principalmente durante a temporada de férias, quando os compradores procuram negócios”, disse Donald R. Kusser, diretor portuário do porto marítimo de Los Angeles / Long Beach, em um pronunciamento. “Se o preço do produto parece bom demais para ser verdade, provavelmente é [falsificado]. Produtos falsificados geralmente são de baixa qualidade e podem até ser perigosos para você e sua família.”


A agência aconselhou as seguintes etapas para os compradores de final de ano para evitar compras involuntárias de itens falsificados:


Compre produtos diretamente do detentor da marca comercial ou de revendedores autorizados.


Ao fazer compras online, leia as avaliações do vendedor e verifique se há um número de telefone e endereço válido nos EUA que possa ser usado para entrar em contato com o vendedor.


Revise o Guia de Conscientização sobre Falsificação de Comércio Eletrônico da CBP para Consumidores.


Lembre-se de que, se o preço de um produto parece bom demais para ser verdade, provavelmente é [falsificado].


Os produtos falsificados costumam ser de qualidade inferior e os sinais que sugerem que o produto é falso incluem costura ruim ou irregular, tecidos frágeis, logotipos de tamanho ou design incorreto, etiquetas descascadas, tinta de baixa qualidade ou erros de impressão na embalagem.


“O comércio de produtos falsificados e pirateados ameaça a economia de inovação da América, a competitividade das empresas e, em alguns casos, a segurança nacional e a saúde e segurança dos consumidores”, segundo o CBP.


No ano fiscal de 2020, funcionários da CBP nos Estados Unidos apreenderam 26.503 remessas contendo produtos falsificados que seriam estimados em quase US $ 1,3 bilhão se fossem genuínos.


No mesmo ano, funcionários do Departamento de Imigração e Alfândega (ICE) e Investigação de Segurança Interna dos Estados Unidos (HSI) prenderam 203 indivíduos, obtiveram 125 acusações e receberam 98 condenações relacionadas a crimes de propriedade intelectual.


A China “continuou sendo a principal fonte de economia de bens falsificados e pirateados apreendidos”, de acordo com o CBP. A China foi responsável por um valor total estimado de MSRP de mais de US $ 660 milhões ou cerca de 50,5% de todas as apreensões que violaram direitos de propriedade intelectual no ano fiscal de 2020 ( pdf ) nos Estados Unidos.


Mimi Nguyen Ly é editora designada e repórter de notícias mundiais que mora na Austrália. Ela tem formação em optometria. Entre em contato com ela em mimi.nl@epochtimes.com.


PUBLICAÇÃO ORIGINAL >

https://www.theepochtimes.com/over-13000-fake-designer-products-from-china-seized-holiday-shoppers-told-to-beware_4138427.html


Acesse a minha HOME PAGE, para assistir meus vídeos e ler meus livros: https://www.heitordepaola.online/



4 views0 comments