Governo italiano propõe um 'Patriot Act' europeu para combater terrorismo

- SAPO 24 - 3 Nov, 2020-


O chefe da diplomacia italiana, Luigi Di Maio, propôs hoje um ‘Patriot Act’ europeu, semelhante à lei antiterrorista nos EUA, na sequência dos atentados ocorridos na segunda-feira em Viena.


“Trata-se de tomar medidas que possam prevenir tragédias como as de Nice e Viena”, disse Di Maio, referindo-se ao ataque em França em que três pessoas foram mortas, há cinco dias, e ao ataque de segunda-feira na capital austríaca.


“Trata-se de começar a pensar em algo maior e que diga respeito a toda a União Europeia: um Patriot Act do modelo americano, por exemplo, porque hoje somos todos filhos do mesmo povo europeu”, explicou o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano.


“A segurança de um Estado é a segurança de todos os outros. Falarei sobre isso nos próximos dias com os meus homólogos. Continuemos unidos contra todas as formas de terrorismo e de fanatismo”, acrescentou Di Maio.


O Patriot Act, adotado em 2001 nos Estados Unidos na sequência dos ataques terroristas de 11 de setembro desse ano, colocou restrições a um certo número de liberdades fundamentais e permitiu maior margem de manobra às agências de informações nas investigações de contraterrorismo.

LEIA MAIS:

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/governo-italiano-propoe-um-patriot-act-europeu-para-combater-terrorismo

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube