FMI diz que guerra na Ucrânia terá 'impacto severo' na economia global

- REUTERS - TRADUÇÃO CÉSAR TONHEIRO - 5 MAR, 2022 -

WASHINGTON, 5 Mar (Reuters) - O Fundo Monetário Internacional disse neste sábado que espera levar o pedido da Ucrânia de 1,4 bilhão de dólares em financiamento de emergência ao seu conselho para aprovação já na próxima semana e está conversando sobre opções de financiamento com autoridades da vizinha Moldávia.


Em um comunicado, o credor global disse que a guerra na Ucrânia já estava elevando os preços da energia e dos grãos, e enviou uma onda de mais de 1 milhão de refugiados para países vizinhos, ao mesmo tempo que desencadeou sanções sem precedentes à Rússia.

"Embora a situação permaneça altamente fluida e as perspectivas estejam sujeitas a incertezas extraordinárias, as consequências econômicas já são muito graves", disse o FMI em comunicado após uma reunião do conselho presidida pela diretora-gerente Kristalina Georgieva.


"A guerra em curso e as sanções associadas também terão um impacto severo na economia global", alertou, observando que a crise estava criando um choque adverso na inflação e na atividade econômica em um momento em que as pressões sobre os preços já eram altas.


Ela disse que os choques de preços serão sentidos em todo o mundo e que as autoridades devem fornecer apoio fiscal para famílias pobres para as quais alimentos e combustíveis representam uma proporção maior das despesas, acrescentando que os danos econômicos aumentariam se a guerra aumentasse.


Sanções abrangentes impostas à Rússia pelos Estados Unidos, países europeus e outros também teriam "um impacto substancial na economia global e nos mercados financeiros, com repercussões significativas para outros países".


IMPACTO NA UCRÂNIA, MOLDÁVIA


Além do pedágio humano, a Ucrânia estava sofrendo danos econômicos substanciais, com portos e aeroportos marítimos fechados e danificados, e muitas estradas e pontes danificadas ou destruídas.


"Embora seja muito difícil avaliar as necessidades de financiamento com precisão nesta fase, já está claro que a Ucrânia enfrentará custos significativos de recuperação e reconstrução", afirmou.


Esperava-se que o conselho considerasse o pedido da Ucrânia de US$ 1,4 bilhão em financiamento de emergência já na próxima semana. A Ucrânia também tem US$ 2,2 bilhões disponíveis até junho sob um acordo de stand-by existente, disse o FMI na semana passada.


A Moldávia e outros países com laços econômicos estreitos com a Ucrânia e a Rússia correm "risco particular" de escassez e interrupções no fornecimento, disse o FMI.

Ela disse que a equipe do FMI estava discutindo ativamente as opções de financiamento com a Moldávia, que solicitou um aumento e reformulação de seu programa de empréstimos de US$ 558 milhões do FMI para ajudar a cobrir os custos da atual crise.


Reportagem de Andrea Shalal e David Lawder, edição de Franklin Paul e Daniel Wallis


PUBLICAÇÃO ORIGINAL >


Acesse a minha HOME PAGE, para assistir meus vídeos e ler meus livros: https://www.heitordepaola.online/



4 views0 comments