EXCLUSIVO: Senador procura expor as ambições autoritárias do PCC

- THE EPOCH TIMES - Eva Fu - TRADUÇÃO CÉSAR TONHEIRO - 11 AGO, 2022


O Partido Comunista Chinês há anos se empenha em consolidar sua influência sobre o mundo em desenvolvimento.


Um senador dos EUA espera combater isso por meio de uma iniciativa de conscientização.


Em Breve: "O EIXO DO MAL LATINO AMERICANO E A NOVA ORDEM MUNDIAL" em livro IMPRESSO.

Uma versão completa e atualizada!


Em uma campanha no Twitter chamada “#ExposingTheCCP”, o senador Marco Rubio (R-Fla.) planeja destacar as “sinistras relações” do regime com países da América Latina e Caribe, África, Ilhas do Pacífico, Sudeste Asiático, bem como partes do Oriente Médio, onde Pequim fez grandes investimentos para expandir sua influência política e econômica.


Concentrando-se em um país de cada vez, as parcelas semanais apresentarão aqueles que “fizeram um mau acordo com a China”, para “expor as intenções do PCC no Sul Global e garantir que Pequim não controle mais a narrativa”, de acordo com o gabinete de Rubio.


“Agora não é hora de ficar em silêncio”, disse o senador ao Epoch Times em um e-mail.


“Precisamos ser sinceros sobre o que o Partido Comunista Chinês está fazendo”, disse ele. “Pequim está tentando dominar, explorar e manter como reféns nações soberanas. Os Estados Unidos devem se opor à visão autoritária de Xi Jinping e responsabilizar o PCC.”


Com o PCC fazendo estrategicamente a mídia social o seu megafone para atacar o Ocidente e espalhar desinformação, a campanha visa combater esses esforços, de acordo com o gabinete de Rubio. Também “preencherá um vazio” nas comunicações do governo dos EUA, que atualmente carecem de uma maneira coordenada de alertar os países sobre as “muitas armadilhas” associadas aos investimentos chineses, disse um porta-voz do gabinete de Rubio.


O primeiro tweet “#ExposingTheCCP”, compartilhado com o Epoch Times antes de seu lançamento em 11 de agosto, foca nas Ilhas Salomão no Pacífico Sul, que recentemente assinou um pacto de segurança com Pequim que despertou preocupações generalizadas de que poderia pavimentar o caminho para o estabelecimento de uma base militar chinesa.


Novos documentos obtidos recentemente pela mídia local mostram que uma empresa estatal chinesa está querendo comprar um porto de águas profundas e uma pista de pouso da época da Segunda Guerra Mundial na nação insular.

O embaixador da China nas Ilhas Salomão, Li Ming (D), e o primeiro-ministro de Salomão, Pinister Manasseh Sogavare, estão cortando uma fita durante a cerimônia de abertura de um complexo de estádio nacional financiado pela China em Honiara, em 22 de abril de 2022. (Mavis Podokolo/AFP via Getty Images)

Enquanto o primeiro-ministro do país, Manasseh Sogavare, repetiu suas garantias de que não haveria base militar chinesa, ele recentemente esteve visivelmente ausente de um importante evento de serviço memorial organizado pelos Estados Unidos, um movimento que alguns meios de comunicação locais descreveram como um “desprezo”.


O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, recebeu um tapete vermelho após desembarcar na capital das Ilhas Salomão, Honiara, no final de maio, durante sua viagem para avançar no acordo de segurança, sob o qual as tropas chinesas estão treinando a polícia do país do Pacífico.


Rubio alertou que os desenvolvimentos nas Ilhas Salomão estão fazendo o jogo do regime.


"As Ilhas Salomão devem cancelar o acordo e pôr fim ao plano de #Pequim de estabelecer domínio no Indo-Pacífico", disse o senador no tweet de 11 de agosto.

A campanha também destacará o impacto do programa de investimento de infraestrutura de trilhões de dólares de Pequim, a Iniciativa do Cinturão e Rota (sigla em inglês BRI), que os críticos dizem sobrecarregar os países em desenvolvimento com dívidas insustentáveis. Outras táticas que o regime emprega, disse o gabinete do senador, incluem transferências de tecnologia e programas de intercâmbio de mídia .


Eva Fu é uma escritora de Nova York do Epoch Times com foco nas relações EUA-China, liberdade religiosa e direitos humanos.


PUBLICAÇÃO ORIGINAL >

https://www.theepochtimes.com/exclusive-senator-seeks-to-expose-ccps-authoritarian-ambition_4659147.html



14 views0 comments