EUA devem estar prontos para uma guerra nuclear com a Rússia e a China

- THE EPOCH TIMES - Fev 2, 2021 -

Jack Phillips - TRADUÇÃO CÉSAR TONHEIRO -


Mísseis balísticos russos RS-24 Yars circulam na Praça Vermelha durante o desfile militar do Dia da Vitória em Moscou, Rússia, em 24 de junho de 2020. (Alexander Zemlianichenko / AP Photo)

Guerra nuclear com a China ou a Rússia 'uma possibilidade muito real', alerta o almirante dos EUA

2 de fevereiro de 2021 por Jack Phillips


Os Estados Unidos devem estar prontos para uma guerra nuclear com a Rússia e a China, ao mesmo tempo em que buscam métodos para conter o uso de armas estratégicas, disse o comandante do Comando Estratégico dos EUA — Departamento que administra os sistemas de defesa antimísseis e outros sistemas integrados dos EUA.


O almirante Charles Richard escreveu que há uma “possibilidade real” de uma crise regional com a China ou a Rússia que “poderia se transformar rapidamente em um conflito envolvendo armas nucleares, se eles percebessem que uma perda convencional ameaçaria o regime ou o estado.


“Conseqüentemente, os militares dos Estados Unidos devem mudar sua suposição principal de que o 'emprego nuclear não é possível' para 'o emprego nuclear é uma possibilidade muito real' e agir para atender e deter essa realidade”, escreveu ele para o U.S. Naval Institute’s February journal. “Não podemos abordar a dissuasão nuclear da mesma forma. Deve ser adaptado e evoluído para o ambiente dinâmico que enfrentamos. ”


Richard disse que o departamento deve “estabelecer unidade” para lidar com “a agressão russa e chinesa, ao mesmo tempo em que entende que elas exigem diferentes abordagens de dissuasão e incorporar esse pensamento à educação militar profissional na primeira oportunidade”.


Moscou e Pequim, nos últimos anos, investiram em capacidades nucleares destinadas a restringir e combater os Estados Unidos e até mesmo “ultrapassar-nos”, acrescentou Richard.


Veículos militares chineses carregando mísseis balísticos DF-41 circulam durante desfile para comemorar o 70º aniversário da fundação da China comunista em Pequim, 1 de outubro de 2019. (Mark Schiefelbein / AP Photo)

“Até que nós, como um Departamento [de Defesa], venhamos a entender, se não aceitarmos, o que estamos enfrentando e o que deve ser feito a respeito, corremos o risco de desenvolver planos que não temos como executar e adquirir recursos que não produzirão os resultados desejados, ”Richard argumentou. “Na ausência de mudança, estamos no caminho, mais uma vez, para nos prepararmos para o conflito que preferimos, em vez daquele que provavelmente enfrentaremos.”



Em declarações ao Washington Times, Richard disse que a Rússia e a China podem se tornar “dois pares com capacidade nuclear até o final desta década”, o que ele descreveu como sem precedentes.


“Presumimos que a dissuasão estratégica se manterá no futuro, mas como o ambiente de ameaças muda, pode não ser o caso”, acrescentou. “Precisamos estar prontos para responder às ameaças de domínio cruzado para garantir a segurança de nossa nação e aliados, pensando holisticamente sobre a dissuasão estratégica no século 21”.


Na semana passada, o Kremlin e os Estados Unidos anunciaram que chegaram a um acordo para estender o tratado de controle de armas nucleares New START após um telefonema entre o presidente Joe Biden e o líder russo Vladimir Putin.


Após o entendimento, as autoridades russas disseram que o acordo foi alcançado em “nossos termos”.


O ex-presidente Donald Trump tentou não renovar o pacto, dizendo que a Rússia não aderiu ao pacto.



ARTIGO ORIGINAL

https://www.theepochtimes.com/nuclear-war-with-china-or-russia-a-very-real-possibility-us-admiral-warns_3681721.html

12 views0 comments

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube