Deus e o diabo na terra da liberdade

Ipojuca Pontes - 8 Oct, 2020 -


Jon Voight é um dos grandes atores da verdadeira Hollywood (hoje, a antiga “meca do cinema” submergiu no escorregadio mundo de gays e lésbicas (LGBT) e no universo bombástico dos filmes de efeitos especiais e sonoros). Jon é um ator premiado diversas vezes: ganhou o Oscar, Globo de Ouro e a Palma de Ouro de Cannes atuando em filmes definitivos tais como “Perdidos na Noite” (“Midnight Cowboy”, John Schlesinger, 1969, “Amargo Regresso” (“Coming Home”, Hal Ashby, 1978), “Catch-22”, 1970, “Deliverance”, 1971, e o vigoroso “Ranway Train”, dirigido pelo russo Andrei Konchalvsky, entre dezenas de bem-sucedidos trabalhos.

Mas Voight não é apenas um astro de cinema – é um louvado Bachelor of Arts pela Universidade Católica de Washington, embora no meio da fofocagem cinematográfica seja conhecido pela patuléia ignara como “pai de Angelina Jolie”.

Mês passado, Jon Voight postou uma mensagem ao povo americano, atualíssima, que vale a pena reproduzir pela propriedade, clarividência e sinceridade ao tratar das eleições americanas de novembro próximo. Ei-la:

- Joe Biden é maligno. Trump deve vencer. Ele é real. Ele vai trazer de volta a confiança das pessoas. A esquerda não é para o povo americano. É a maior mentira que já houve. Biden é a extensão da política

de Obama que enfraqueceu a América. E não podemos deixar isso acontecer novamente. A esquerda é dissimulada e mentiu para o povo americano.

Sereno, consciente, o ator seguiu adiante:

- A esquerda atacou os poderes divinos por sua sede de governar a economia de uma nação. Vamos pedir a Deus para nos livrar desse horror. Vamos acender uma vela nessa terra dos livres. E a trazer de volta ao local que um dia esteve orgulhosa. Ela é a liberdade divina.

O amor de Deus. É a Liberdade, a Dignidade. Deus vai lançar seu sopro de cura sobre essa terra. E garanto que Jesus, Moisés farão as bases para que votem por verdades. A nossa terra dos livres vai romper suas correntes e assim será. Meus filhos de Deus, sua única esperança é ver essa grandiosidade.

De fato, como numa prece, Jon Voight invoca a religiosidade e a crença do povo americano em Deus

para enfrentar a sedução de Satanás travestido de anjo, e passa a sua mensagem:

- Vocês devem votar por esse homem para presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump. Pois ele é um homem com integridade. Lutando por você. Pela integridade do país. Ele ama esse país assim como você ama. Não permita que a farsa manipule você. Somente a verdade prevalecerá. Não morram sabendo que permitiram uma mentira. Essa mentira precisa ser eliminada. Donald Trump tem sido excelente para o povo americano nos últimos 4 anos. E quer continuar lutando pela Glória e pela Liberdade. A esquerda vai nos trazer todos abaixo com suas mentiras e destruir a América.

O grande ator americano, afinal, tocado pela voz profética, retoma o tom bíblico e convoca seus compatriotas:

- Vamos rezar. Que Deus nos dê força para que possamos brilhar em nome de Jesus, Moisés e santos de todas as religiões. Que nos apoiemos nas verdades de Deus e rezemos pela Paz Mundial. Para que a bandeira americana da democracia seja erguida com orgulho pelo presidente Donald Trump 2020.

Deus nos abençoe!

PS - O finado Paulo Francis, que acompanhava de perto a vida política americana, escreveu no seu “Diário da Corte” que o então senador Joe Biden, atual candidato a presidência dos Estados Unidos pelo Partido Democrata era um “entreguista notório”, que apoiou Bill Clinton (um tarado que assediava a estagiária Monica Lewinski com um charuto apagado) na entrega de papéis do Pentágono ao governo chinês.

Ainda a propósito de Biden, o velho comuna participou do último debate com um diminuto ponto eletrônico no ouvido. Via satélite, foi açulado a agredir Donald Trump a todo instante.

PS 2 – O debate entre Mike Pence e Kamala Harris, concorrentes ao cargo de Vice-presidente dos EUA,

mostra que Kamala é a falsa esperta e Mike Pence um debatedor sério, bem informado e, sobretudo, um rebatedor atento.

Ponto para o republicano Mike!

P S 3 – A comissão democrata que articulou o 2º debate entre Donald Trump e Joe Biden em bases virtuais, foi corretamente contestada pelo presidente americano que só aceita o confronto presencial.

O empulhador Biden, que participou do 1º debate com um pronto eletrônico no ouvido, agora quer fazê-lo apelando para um computador. É o próprio Palhares de Nelson Rodrigues.

40 views

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube