COVID: como a vacina Sputnik V se tornou um instrumento de influência da Rússia na América Latina

BBC NEWS BRASIL - 2O Fev, 2021 -

José Carlos Cueto -


Há alguns meses, muitos suspeitavam de vacina russa, mas imunizante provou ser tão ou mais eficaz do que seus concorrentes

Quando a Rússia anunciou em novembro passado que sua vacina contra o coronavírus, a Sputnik V, era 92% eficaz, a notícia foi recebida com esperança, mas também com muito ceticismo.


O sigilo em torno dos ensaios clínicos e a "correria" criticada por parte da comunidade científica não inspiravam muita confiança, nem mesmo entre os próprios russos.


Mas não na América Latina.


Na Argentina, na Venezuela e na Bolívia — países governados por presidentes de esquerda com laços próximos ao presidente russo Vladimir Putin — a Sputnik V foi aprovada para uso emergencial.


Ao todo, essas nações já encomendaram mais de 30 milhões de doses da vacina.




LEIA MAIS:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-56076455




8 views0 comments