Conforme o dinheiro falso entra nos EUA, o comentarista chinês adverte sobre as velhas táticas do PC

- THE EPOCH TIMES - 28 MAIO, 2021 - Julie Ye e Jennifer Zeng - Tradução César Tonheiro -

Enquanto grandes quantias de dinheiro falsificado continuam chegando aos Estados Unidos, um comentarista chinês lembra os EUA de uma tática que o Partido Comunista Chinês (PCC) usou para derrubar o governo do Kuomintang na década de 1940.


Após a apreensão de uma remessa de notas e moedas falsas dos EUA da China no mês passado, a Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP) anunciou na terça-feira (18 de maio) que havia novamente interceptado várias remessas de notas falsas da China, totalizando $ 685.000.


A CBP disse que as notas falsas foram enviadas aos Estados Unidos como “prop money” (dinheiro cenográfico), em violação da lei federal que proíbe a reprodução de moeda.


As notas falsas chegaram ao International Mail Facility (IMF) em Chicago entre 15 e 17 de maio e foram preparadas para envio a várias cidades dos Estados Unidos, incluindo Illinois e Indiana.


As notas falsas eram denominadas $ 5, $ 10, $ 20, $ 50 e $ 100. Uma das remessas tinha como destino o Bronx, em Nova York, e continha 976 notas de $ 100.


A outra remessa tinha como destino Louisville, Kentucky, e continha 101 $ 20 e 103 notas de $ 50.


A CBP disse que entregou o dinheiro falsificado às Investigações de Segurança Interna e ao Serviço Secreto dos EUA para uma investigação mais aprofundada.


Funcionários da CBP em Chicago também anunciaram no mês passado (23 de abril) que apreenderam 281 remessas contendo notas e moedas falsas e 95% das remessas vieram diretamente da China.


Além disso, em 6 de abril, funcionários do Chicago CBP anunciaram que haviam apreendido mais de 100 remessas de moeda falsificada, quase todas da China, com um valor total de mais de US $ 1,64 milhão.


As remessas chegaram aos Estados Unidos entre 1º de janeiro e 31 de março. O dinheiro falsificado incluía notas de dólares americanos, dólares de prata e euros.


Em outubro do ano passado, a Alfândega de Chicago anunciou que havia apreendido mais de US $ 10,6 milhões em moeda falsificada entre outubro de 2019 e setembro de 2020. Dos 360 carregamentos apreendidos, 280 vieram da China.


Em junho de 2020, o CPB interceptou um carregamento de notas de 100 dólares de Xangai para uma residência em Milwaukee que totalizou US $ 351.500.


Em maio de 2020, $ 252.300 em moeda falsificada foram apreendidos em Cincinnati. A remessa de 2.523 notas de $ 100 foi de Shenzhen com destino a Guthrie, Oklahoma.


De acordo com o Departamento de Segurança Interna dos EUA, a China é o principal país em contrabando de produtos falsificados para o mercado dos EUA.


A CBP fez 27.599 apreensões de falsificações no ano fiscal de 2019. Essas mercadorias teriam um preço de varejo estimado em mais de US $ 1,5 bilhão se fossem genuínas.


Entre as apreensões em 2019, 13.293, ou 48%, tiveram origem na China, seguida por Hong Kong com 35% (9.778 apreensões).


O PCCh tentará as táticas usadas contra o Kuomintang nos EUA?


Tony Choi, um apresentador de TV em Hong Kong, disse durante seu programa em 20 de maio que o PCCh provavelmente está usando as mesmas táticas que usou 75 anos atrás contra o governo do Kuomintang, o governo legítimo da China na época, para também derrubar os Estados Unidos.


Choi disse: “Se essas notas falsas continuarem a ser importadas, elas podem derrubar a economia dos EUA”.


Choi acredita que, por estarmos em uma era eletrônica, o impacto das notas falsas nos EUA não será muito grande, “O PCC usará o dinheiro falso para atividades criminosas e transações ilegais, incluindo drogas e armas”.


Na década de 1940, durante a guerra civil da China entre o PCCh e o governo liderado pelo Kuomintang, o Partido Comunista obteve grandes quantidades de moeda falsificada da ex-União Soviética e a enviou para as áreas ainda governadas pelo Kuomintang usando vários canais clandestinos.


Como resultado, houve um grande excedente de dinheiro nas regiões governadas pelo Kuomintang e os preços de todos os tipos de bens dispararam.


Para enfrentar o problema, em 1948, o governo do Kuomintang decidiu emitir uma nova moeda, o Yuan Ouro Chinês, para substituir a moeda Fabi anterior.

No entanto, esse movimento paralisou o fluxo de mercadorias, os preços continuaram a subir e o Yuan Ouro depreciou acentuadamente.

Isso acabou culminando em um colapso econômico. Apenas 14 meses depois, o Kuomintang foi expulso da China, e o PCCh assumiu o poder e estabeleceu a República Popular da China.

Um artigo publicado na revista “Weekend”, cujo editor é o braço do partido do PCCh na cidade de Dongying, província de Shangdong, também falou sobre o PCCh transportando grandes quantidades de Yuan Ouro para as áreas governadas pelo Kuomintang, depois que o PCCh “confiscou” o Yuan Ouro nas regiões que o PCCh tirou do Kuomintang.

O artigo dizia que o objetivo era "apressar o colapso total do regime reacionário do Kuomintang em Nanjing".

Tony Choi disse, o PCCh provavelmente está fazendo o que fez antes e "está usando as mesmas táticas que usou contra o Kuomintang 75 anos atrás, para derrubar os EUA"


PUBLICAÇÃO ORIGINAL: https://www.theepochtimes.com/as-fake-money-enters-the-us-chinese-commentator-warns-of-the-ccps-old-tactics_3834923.html


Para acessar o Conteúdo acima, acesse a Home Page aqui. https://www.heitordepaola.online/


7 views0 comments