Comentário sobre o Artigo Lula Presidency: Neoliberalism with a “Human Face”

CÉSAR TONHEIRO - ENVIADO POR EMAIL - 11 OUT, 2022


Li o teor do artigo com detida atenção, e ainda que empírica, apresento abaixo alguns acontecimentos importantes, mas antes vale destacar um detalhe, só pelas palavras do diretor-gerente do FMI, Heinrich Koeller, observa-se o que está envolvido na preferência dessa elite globalista, disse ele: "Estou entusiasmado [com o governo Lula] … ele é sério para trabalhar duro para combinar crescimento - política orientada com equidade social."



Deveras, isso é uma faceta do Great Reset engendrado pelo Fórum Econômico Mundial, cujo fundador e presidente, Klaus Schwab, já declarou: "Você não terá nada, mas será feliz." Destarte, a ordem é instituir a "renda básica universal", no ínterim enfraquecer e extinguir estados soberanos, e ato contínuo consolidar um socialismo global. Apesar de alguns contratempos o projeto segue avançando com certa rapidez.


O plano real iniciado em 27 de fevereiro de 1994 com o advento da indexação pela URV possibilitou o lançamento da nova moeda "real" em 1º de julho de 1994. Teoricamente seria uma moeda forte, mas como o estado é pródigo houve a necessidade de ajustes.



Como se observa, a dívida externa cresceu e a carga tributária que estava em torno de 25% do PIB elevou-se para 32,5%. Seu sucessor, Luís Ignácio, o acusava de lhe ter deixado uma herança maldita. Todavia, não foi exatamente isso o que ocorreu, entrementes um mega computador IBM denominado T-Rex e o software Harpia, ambos encomendados por FHC, entraram em operação em 2006, vulgo monstros_Fiscais.


Com essa tremenda ferramenta fiscal e o PIB mundial em franca elevação a arrecadação tributária apresentava sucessivos recordes, mas a voracidade do leão era ainda maior.


Ante essa carga tributária e manipulação de câmbio por bancos diversos segmentos da indústria da transformação foram dizimados.



Por essas e outras, está claro que a camarilha de Wall Street quer manter o Brasil como um mero fazendão mundial.


RECEBIDO POR EMAIL -



37 views0 comments