Carne de células será mais barata do que a vegetal, aponta parceiro da BRF

- MONEY TIMES - 4 Mar, 2021 -

BLOOMBERG -


A companhia, o segundo maior fornecedor mundial de aves, fechou parceria com a startup israelense Aleph Farms em um movimento para se tornar o primeiro player de alimentos a produzir carne cultivada no Brasil (Imagem: Reuters/Rodolfo Buhrer)

A corrida para trazer uma carne produzida em laboratório está aquecida com a brasileira BRF (BRFS3) buscando oferecer o produto em supermercados em 2024.


A companhia, o segundo maior fornecedor mundial de aves, fechou parceria com a startup israelense Aleph Farms em um movimento para se tornar o primeiro player de alimentos a produzir carne cultivada no Brasil.


As empresas trabalharão para adaptar a tecnologia de carne de laboratório da Aleph ao gosto dos consumidores brasileiros. Assim que for encontrada uma produção viável, as empresas passarão para a próxima etapa que é construir uma unidade no Brasil. O objetivo é oferecer carne à base de células aos supermercados nacionais até 2024.


Até lá, os parceiros esperam superar o principal desafio do projeto que é chegar a um produto acessível ao consumidor. O CEO da Aleph, Didier Toubia, espera que a carne cultivada encontre paridade de custo com a carne tradicional mais rapidamente do que a primeira geração de carne feita à base de plantas.


“A parceria com a BRF permitirá que o projeto seja escalonado rapidamente”, disse Toubia.





LEIA MAIS:

https://www.moneytimes.com.br/brf-quer-oferecer-carnes-cultivadas-em-laboratorio-ate-2024/


9 views0 comments

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online