top of page

Autoridades eleitorais turcas confirmam segunda volta a 28 de maio

- EURO NEWS - Maria Barradas - 25 MAIO, 2023 -

Recep Tayyip Erdoğan e Kemal Kılıçdaroğlu irão disputar uma segunda volta das eleições presidenciais turcas, depois de nenhum dos dois ter chegado aos 50% no escrutínio deste domingo

Recep Tayyip Erdogan no meio da multidão na eleição presidencial de 14 de maio de 2023, na Turquia - Direitos de autor AP/DHA

A Turquia vai ter um tira-teimas entre Recep Tayyip Erdoğan e Kemal Kılıçdaroğlu, após um tenso escrutínio este domingo. Após a contagem final, com os resultados definitivos anunciados só na tarde desta segunda-feira, nenhum dos candidatos chegou à barreira dos 50%. A segunda volta está marcada para o dia 28 de maio.


Antes da segunda volta ser oficialmente anunciada, a oposição acusou o poder de atrasar expressamente a publicação dos resultados.


"O EIXO DO MAL LATINO AMERICANO E A NOVA ORDEM MUNDIAL"

Em jeito de resposta, o presidente Erdogan deixava na madrugada eleitoral esta mensagm no Twitter:


"O facto de as eleições de 14 de maio terem ocorrido sob a forma de uma grande festa da democracia com paz e tranquilidade é uma expressão da maturidade democrática da nossa Turquia.


Enquanto a eleição decorreu em um ambiente tão positivo e democrático e a contagem dos votos ainda está em andamento, tentar anunciar os resultados às pressas significa uma usurpação da vontade nacional. (...) Peço a todos os meus amigos e colegas que permaneçam nas urnas, aconteça o que acontecer, até que os resultados sejam oficialmente finalizados.


Parabenizo todos os meus cidadãos que votaram em nome da democracia e participaram dos trabalhos eleitorais e expresso minha gratidão a cada um deles".


Num clima de forte tensão, o seu opositor pedia também aos observadores e funcionários eleitorais que não arredassem pé das urnas de voto.


"A ficção, que começou com 60 por cento, agora caiu para menos de 50. Os observadores eleitorais e os funcionários do conselho eleitoral nunca devem deixar seus lugares. Não vamos dormir esta noite, meu povo. Eu aviso o YSK (Conselho Superior Eleitoral), que tem de fornecer entrada de dados nas províncias". _


Cofiguração provável do novo parlamento


Ao mesmo tempo da eleição presidencial, os eleitores turcos escolheram um novo parlamento. Os lugares são atribuídos por estrita proporcionalidade a qualquer partido ou aliança que ultrapasse os 7% do voto popular.

O parlamento passou para segundo plano nos últimos anos, mas poderá voltar a ser importante se Kılıçdaroğlu ganhar a presidência e cumprir a promessa de restringir os poderes presidenciais.


Segundo a agência estatal turca Anadolu, o partido de Erdogan,AKP, terá alcançado até agora 266 lugares no parlamento; o MHP, 50; os Verdes 44; o CHP, Partido Republicano de centro esquerda, de Kiliçdaroglu, 169 e outras formações políticas, 9.


Toda a Turquia e muitas capitais do mundo anseiam por conhecer o resultado oficiais destas eleições e perceber se haverá segunda volta da eleição presidencial a 28 de maio.


Na noite eleitoral ambos os candidatos se mostraram confiantes numa vitória na segunda volta. Erdogan, que teve um desempenho melhor do que as sondagens pré-eleitorais previam, mostrou confiança e espírito combativo perante os seus eleitores: "Acreditamos firmemente que continuaremos a servir a nossa nação nos próximos 5 anos."


Inspirado pela possibilidade de uma segunda volta, o principal opositor do presidente, Kemal Kılıçdaroğlu, está convencido: "Se a nossa nação disser segunda volta, aceitamos de bom grado. Vamos ganhar estas eleições na segunda volta", disse, acrescentando: "Esta vontade de mudança na sociedade é superior a 50 por cento".


Quem são os dois cadidatos


Recep Tayyip Erdoğan lidera a política turca há mais de duas décadas. Foi primeiro-ministro de 2003 a 2014 e, desde então, é presidente. Durante a sua presidência fez com que o papel do presidente tornasse o mais importante cargo do Estado. O seu partido Justiça e Desenvolvimento (AK) é populista e conservador e tem afastado a nação turca do passado secularista, em direção ao islamismo.


-
LEIA MAIS >


4 views0 comments

Related Posts

See All

Commentaires


bottom of page