Administração Antiamericana

- THE EPOCH TIMES - 23 ABR, 2021 - Newt Gingrich - Tradução César Tonheiro -

Dê uma olhada nas seguintes citações do governo Biden e de funcionários do Partido Comunista Chinês (PCCh). Você consegue adivinhar o governo de qual país fez essas declarações?

Dê uma olhada nas seguintes citações do governo Biden e de funcionários do Partido Comunista Chinês (PCCh). Você consegue adivinhar o governo de qual país fez essas declarações?


O racismo sistêmico ... é uma mancha [na] alma de nossa nação.”


“A América tem uma longa história de racismo sistêmico .”


Para liderar no exterior, os Estados Unidos devem continuar a lidar com a injustiça e as desigualdades raciais em casa.”


Eu vi por mim mesmo como o pecado original da escravidão, teceu a supremacia branca nos documentos e princípios de fundação [da América].”


O racismo nos Estados Unidos é uma “existência sistêmica e persistente [sic]”.


Os desafios que os Estados Unidos enfrentam em direitos humanos são profundamente arraigados. Eles não surgiram apenas nos últimos quatro anos, como o Black Lives Matter. Não surgiu recentemente. ”


Todas essas afirmações feitas pelos presidente Joe Biden, Vice-presidente Kamala Harris, Secretário de Estado dos EUA Tony Blinken, Embaixadora dos EUA nas Nações Unidas Linda Thomas-Greenfield, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês Zhao Lijian e membro do Politburo do Partido Comunista Chinês Yang Jiechi, respectivamente têm um tema surpreendentemente semelhante. De acordo com a administração Biden e o Partido Comunista Chinês, o racismo sistêmico, o ódio e a intolerância estão profundamente enraizados na sociedade americana.


Enquanto o PCCh continua a aprisionar e escravizar uigures e outras minorias em Xinjiang, eliminar a liberdade em Hong Kong e encobrir as origens da pandemia do vírus na China, é chocante que uma das únicas áreas de acordo entre o governo Biden e o PCCh mostra como a América é terrível.


As declarações do presidente Biden, da vice-presidente Harris e do secretário Blinken foram emitidas após o veredicto em Minnesota. Em vez de enfatizar que o sistema de justiça americano cumpria seu propósito de defender o estado de direito, eles se concentraram em criticar os Estados Unidos por sua supressão supostamente inerente às minorias.


Além disso, no mês passado, durante a reunião EUA-China no Alasca, Yang Jiechi passou quase 20 minutos condenando os hipócritas Estados Unidos e alegando que os Estados Unidos não têm legitimidade para criticar a China comunista. Ele disse : “Portanto, acreditamos que é importante para os Estados Unidos mudar sua própria imagem e parar de promover sua própria democracia no resto do mundo. Na verdade, muitas pessoas nos Estados Unidos têm pouca confiança na democracia dos Estados Unidos e têm vários pontos de vista a respeito do governo dos Estados Unidos. … Os Estados Unidos não têm qualificação para dizer que querem falar com a China de uma posição de força. ”


Aparentemente, Biden, Harris, Blinken e Thomas-Greenfield concordam.


O antiamericanismo da administração Biden não é apenas um afastamento moderado da política America First da administração Trump, mas é perigoso e desmoralizante. Considere a recente mobilização militar da Rússia ao longo da fronteira com a Ucrânia, as incursões da China contra Taiwan e as tentativas de controlar os mares do sul e do leste da China e os passos contínuos do Irã para obter uma arma nuclear. Os Estados Unidos, nossos parceiros e aliados, atualmente enfrentam muitos desafios reais e ameaças de adversários em todo o mundo.


Mesmo assim, o governo Biden está desarmando moralmente os países livres e dando aos nossos inimigos ferramentas para usar contra nós. As falsas declarações do governo Biden de que a América, o maior campeão mundial da liberdade, não é realmente livre fortalece ditaduras e regimes brutais.


Claramente, à medida que a competição com a China comunista continua, as recentes declarações da administração Biden revelam que o PCCh não terá necessidade de preparar palestras prolixas ou criar conteúdo original para seus veículos de propaganda. Em vez disso, o Partido Comunista Chinês precisará apenas citar os ataques do governo Biden contra os Estados Unidos.


Os propagandistas do Partido Comunista Chinês fariam bem em começar a procurar novos empregos talvez na CNN ou no The New York Times.


De Gingrich360.com .


Newt Gingrich, um republicano, serviu como presidente da Câmara de 1995 a 1999 e concorreu como candidato presidencial em 2012 .

As opiniões expressas neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Epoch Times.

PUBLICAÇÃO ORIGINAL: https://www.theepochtimes.com/the-anti-american-administration_3788807.html

27 views0 comments