A mídia diz que Black Lives Matter é uma organização boa. A verdade é diferente

Jean-Patrick Grumberg - Dreuz Info, New York

10/06/2020




Me horroriza ouvir que os jornalistas, e o público que acredita neles, estão dizendo maravilhas do Black Lives Matter (BLM). Vou lhes dizer o que realmente é BLM.


Como aperitivo, é necessário saber que o movimento Black Lives Matter vai criar um braço armado. Será chamado “oficiais da paz”. Dizem que vão enfrentar a Polícia norte-americana e defender a comunidade negra. Esse é o ambiente. Ao mesmo tempo, exigem o desmantelamento da Polícia do país. Para os que conhecem os Estados Unidos dos anos 60, BLM segue os passos das Panteras Negras, que foram ilegalizadas.


Os Black Panthers era uma organização de esquerda revolucionária afro-americana com sede em Oakland, Califórnia [1]. Antes de ser proibida, essa organização havia criado um braço armado e utilizado a violência. Essa organização afirmou inicialmente que ia proteger os bairros afro-americanos da brutalidade policial, como o BLM, mas os líderes rapidamente se dedicaram a seguir as doutrinas socialistas e maoístas, comunistas. Esteve ativa nos Estados Unidos desde 1966 até 1982 [2].


Black Lives Matter são os Black Panthers de hoje. São o mesmo, não há diferença. Em 1968, chamavam-se Black Panthers. Em 2020, chamam-se Black Lives Matter. É um grupo radical e perigoso.


Black Lives Matter, criado sobre uma mentira


Black Lives Matter foi fundada por Alicia Garza, Patrisse Cullors e Opal Tometi. O movimento começou com uma mentira e vive na mentira, como qualquer organização de extrema-esquerda. Foi criado em 13 de julho de 2013 em resposta à absolvição de George Zimmerman, que matou Trayvon Martin em legítima defesa [5]. O Procurador-Geral de Obama, Eric Holder, um afro-americano, ordenou não continuar o processo depois da absolvição de Zimmerman. Enquanto isso, os Estados Unidos se mobilizavam sob a presunção de culpa, instigada pelos meios de comunicação.


Os jornalistas fizeram crer, com a cumplicidade de Obama, que o jovem Trayvon Martin havia sido vítima da violência dos brancos. Na realidade, a mídia falsificou as fotos de Zimmerman para fazer crer que ele era branco quando era hispano, e adulteraram as de Martin para fazer crer que era um menino, e mostraram isso na televisão de maneira ininterrupta [4].


Criação de um “braço militar” para proteger os negros


Se não acreditam no que digo sobre o BLM, vejam o que declararam eles mesmos em um de seus programas [3]. O líder de Black Lives Matter declara guerra à Polícia em uma entrevista do Daily Mail [6]: “Estamos nos preparando para parar esses assassinatos por todos os meios que sejam necessários. O grupo agora treina seus membros para defender nossas comunidades em ‘patrulhas’ ao estilo das Panteras Negras”.


Em uma entrevista, o presidente do BLM de Nova York, Hawk Newsome, descreveu como o grupo planeja seguir os passos do Partido das Panteras Negras “respondendo fogo com fogo”, se for necessário. “Desenvolveremos um ‘braço militar’ altamente qualificado para atacar de frente a brutalidade policial. Estamos falando de auto-defesa. Estamos falando de defender nossas comunidades”, disse Newsome. “Você sabe o que é ver uma pistola Taser apontando para um menino de 7 anos, sabe o que é uma mulher negra de 67 anos atingida com gás pimenta e jogada no chão? Preparamos e capacitamos nossa gente para defender nossas comunidades” [7].


Newsome assistiu à uma conferência nacional de líderes do partido em Los Angeles, para discutir como esse movimento pode criar uma “via para o futuro”. O plano, chamado “Black Opts”, por Black Opportunities, detalha como o movimento pode ajudar a “libertar” as pessoas negras: “Temos oficiais das forças especiais negras que nos aconselham, e vamos ensinar e capacitar as pessoas em nossas comunidades”, declarou Newsome, que disse que o BLM planeja desenvolver um “braço militar” altamente qualificado para enfrentar a brutalidade policial.


Enfim, o dirigente de Black Lives Matter de Nova York declarou guerra à Polícia, e explicou ao Daily Mail que planeja publicar um plano de mudança que envolva “patrulhas armadas ao estilo das Panteras Negras que vigiem o comportamento dos oficiais nas ruas”. BLM também está pedindo que retirem todos os fundos da Polícia do país [3]. “Estamos pedindo que cesse o financiamento da Polícia nacional. Pedimos investimentos em nossas comunidades e os recursos necessários para garantir não só a sobrevivência, mas também o desenvolvimento dos negros”.


Imaginem como seria uma sociedade sem uma força policial para garantir a segurança das pessoas honestas?


Notas:

[1] - https://www.trackingterrorism.org/group/black-panthers

[2] - https://vault.fbi.gov/Black%20Panther%20Party%20

[3] - https://blacklivesmatter.com/defundthepolice/

[4] - https://www.snopes.com/fact-check/false-trayvon-martin-photographs/

[5] - https://www.miamiherald.com/news/state/florida/trayvon-martin/article11103818.html

[6] - https://www.dailymail.co.uk/news/article-8384065/Black-Lives-Matter-leader-declares-war-police.html

[7] - https://www.dailymail.co.uk/news/article-8384065/Black-Lives-Matter-leader-declares-war-police.html


Tradução para o espanhol: Colombian News

Tradução para o português: Graça Salgueiro

© Todos os Direitos Reservados - heitordepaola.online

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube