Último Instituto Confúcio do PCCh de Indiana será fechado em 2022

- THE EPOCH TIMES - 1 SET, 2021 - GQ Pan -

Manifestantes protestam fora do Conselho Escolar do Distrito de Toronto, pedindo ao conselho que não implemente um programa do Instituto Confúcio nas escolas de Toronto, em Toronto, Canadá, em 11 de janeiro de 2014. (Allen Zhou / The Epoch Times)

O último Instituto Confúcio (sigla em inglês CI) remanescente em Indiana , que foi recentemente acusado pelo governo estadual de operar como um braço de propaganda do Partido Comunista Chinês (PCC), será fechado na próxima primavera.


Valparaiso University, uma instituição luterana privada no noroeste de Indiana, na terça-feira, anunciou que fechará o CI em seu campus em 1º de março de 2022. De acordo com o site da escola, o CI em Valparaíso (CIVU) foi fundado em 2008 com o objetivo de ensino da cultura e da língua chinesa e promoção do intercâmbio cultural.


Antes com mais de 100, agora existem menos de 50 faculdades e universidades americanas que ainda mantêm seus programas do CI por meio de parcerias com a Hanban, uma agência do Ministério da Educação da China. A Hanban geralmente fornece financiamento inicial e anual, recruta professores de línguas da China e supervisiona materiais de ensino e currículos.


Em uma carta explicando a decisão para alunos, professores, funcionários e ex-alunos, o presidente do conselho da entidade, José D. Padilla, escreveu que "alguns membros do Congresso" haviam entrado em contato com a universidade em 2020 e no início de 2021 "questionando a presença" do CIVU.


Padilla disse que a parceria com o CI colocaria em risco a elegibilidade da universidade para obter financiamento federal. Ele observou que o CONFUCIUS Act, sob aprovação unânime no Senado em março deste ano, proibiria o Departamento de Educação dos Estados Unidos (DOE) de financiar faculdades, a menos que seus contratos ou acordos garantissem liberdade acadêmica e lhes dessem plena autoridade administrativa dos CIs que hospedam, incluindo total controle sobre os planos de ensino, atividades, bolsas de pesquisa e decisões de emprego.


“Um corte potencial do financiamento do DOE seria devastador para nossa posição financeira”, disse ele. “Este não é um risco que podemos correr.”


Padilla também negou que a decisão de fechar o instituto tenha algo a ver com uma investigação sobre o CIVU pelo procurador-geral de Indiana, Todd Rokita.


A investigação, de acordo com Rokita, busca “descobrir se o governo chinês tentou exercer influência política e manipular as atitudes e crenças dos Hoosiers” por meio do CI.

Especificamente, o escritório de Rokita disse que encontrou uma falta de transparência em torno do uso de fundos chineses pelo CIVU, alegando que Valparaíso não informou adequadamente ao governo federal quando o dinheiro de Pequim foi usado para programas K-12 (ensino fundamental e médio).


Padilla disse que embora a universidade “conteste veementemente” essas alegações, está disposta a cooperar com a investigação fornecendo os documentos e as informações necessárias. Ele também esperava iniciar um novo programa de intercâmbio cultural chinês que fosse livre da influência do PCCh.


“Enquanto fechamos o CIVU, planejamos estabelecer um novo programa para continuar o intercâmbio cultural de música e idioma com a China e outros países”, escreveu ele. “Pediremos ao nosso corpo docente de música, língua e estudos internacionais para nos ajudar a criar este programa que funcionará sem financiamento ou equipe da China.”


PUBLICAÇÃO ORIGINAL:

https://www.theepochtimes.com/indianas-last-confucius-institute-to-close-in-2022-amid-state-inquiry-over-ccp-influence_3975924.html


Para acessar o Conteúdo acima, acesse a Home Page aqui. https://www.heitordepaola.online/


3 views0 comments